terça-feira, 25 de abril de 2017

Um pião por um ossito

pião de papel para ajudar a laaps... 


dar forma ao papel

Colares e pregadores feitos de papel.



segunda-feira, 24 de abril de 2017

DETALHES FOI AO MUSEU

voltei

 
 Flores que anunciam a primavera.


quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Detalhes do meu SPA....
 
Termas de Monte Real um espaço ideal para carregar pilhas.
 

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Detalhes de uma ponte

O negro ao fundo da ponte...
 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Manualidades

O meu 1º trabalho a óleo... Detalhes de mim


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Detalhes do meu presépio

É lindo o meu presépio...



momentos da minha vida... Detalhes de mim

Detalhes dos meus pregadores


Detalhes de mais uma das minhas manualidades




Pérolas com cortiça....pareceu-me bem










Detalhes de mim



Mais um momento de prazer ... Reciclar é comigo...



quinta-feira, 1 de setembro de 2011

detalhes de mim

O saco de ráfia
Foi com muito gosto que fiz este saco.............
.Detalhes das minhas manualidades... gostei


detalhes - nativos das Festas do Povo...

Que linda e tão simpatica esta senhora...

Esta confessou que os animais foi ideia da sobrinha....

Um olhar atento e descontraído

A menina que vendia flores..

O senhor mostrou a rua ao seu cão... ou vice-verso...

O pregão do Marco...na rua da Mouraria...onde fomos recebidos excelentemente.
Comi sardinha no pão, acompanhado com vinho tinto,  queijo, cericá e café... " melhor era impossivel,
 AH! tudo isto  acompanhdo com as cantigas de Campo Maior "as saias",,, belo momento.



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

As "panderetas" nas festas...



As festas do Povo











Detalhes da minha infância... O Azeite

Instrumentos da apanha do bago milagroso..

Os sapatoss... conheço tão bem...


A saia como era apanhada....como me lembro...

chapéu de cerimónia ...

A trouxa de cerapilheira do conduto...

O Bolso lindissimo...
Hino ao Azeite



        Fio de vida, sou!
Nas escarpas ou nas planícies, nas terras chãs, ou nas encostas íngremes, vive, generosa e sem idade, a árvore que me dá origem.

Ela, a árvore, às entranhas da terra vai buscar as seivas que, subindo, lhe correm por veias e veios, matéria-prima à procura de elaboração e de acabamento final.

É o sol, são as brisas e as brumas, as gotas de cintilantes orvalhos, o calor e o frio, a mão do Homem e o Dom de Deus, que me encarceram em redondos e negros frutos, que amadurecem quando os Invernos caem.

Então, alegres ranchos os colhem, homens os transportam aos tormentos das mós e à tortura das prensas.

Das massas se soltam, agora, as lágrimas de ouro, libertadas, enfim, das águas biológicas que as originaram e que, juntando-se em incontáveis rosários, formam espessos e amarelos mantos.

Nasci!

Sagrado, me encontro nos templos, alumiando os espaços, saúdo em cada ano a vinda do redentor menino.

Sou bálsamo para as chagas dos corpos e para os males das almas. Votivas promessas me elevam aos altares dos deuses.

Profano, alegro paladares, sou alimento e condimento, frescura e odor.

Fonte de saúde, fio de vida, sou!





domingo, 19 de junho de 2011

Detalhes da horta

Estavam lindas as minhas uvas, muitas... mas não sei o que aconteceu... estão quase todas queimadas...
Diz o povo que foi da chuva, outros dizem que foi da central do Pego....
foi com muita pena que verifiquei este fim de semana que poucas foram as que sobreviveram...

Coisas de Detalhes

Os doces 
 morango, ameixa, framboesa, cereja, kivi com maçã, ...


Na mesa
 licores, doces, bolachinhas de gengibre,  saco de caroços de cereja  os origamis....


Os fios
 com rolhas de cortiça....